Agência e Operadora de Ecoturismo

e Turismo de Aventura nos

Aparados da Serra

info@verdescanyons.com.br

Trilha das Piscinas do Malacara

Saber Mais »

Pousada Pacatatu

Saber Mais »

Trilha do Rio do Boi

Saber Mais »

Cânion Itaimbézinho - Caminhada pela pate superior

Visitar a parte superior do cânion Itaímbézinho é imperdível. A caminhada próxima a borda do cânion, possibilita visualizar as grandes paredes verticais, as cachoeiras e a vegetação típica que emoldura o Itaimbézinho.
O Itaimbézinho é um dos cânions mais famosos da região dos Aparados da Serra. Seu nome é de origem tupi-guarani, que significa “ita=pedra” e “aimbé=afiada”, ou seja, pedra afiada.

O cânion Itaimbézinho apresenta formato em “L”, com extensão de 5.800 metros e paredes verticais de mais de 700 metros de altura, por onde se precipitam belas cachoeiras, entre as quais se destacam a das Andorinhas e Véu de Noiva.

As margens superiores do cânion são cobertas pela vegetação rasteira dos Campos de Cima da Serra e pela Floresta de Araucárias.  A Floresta de Araucárias apresenta diversas espécies, como pinheiro-bravo, erva-mate, xaxim, bromélias, orquídeas, entre outras. Nesta floresta, as Araucárias sobressaem de forma imponente e se debruçam sobre o cânion.

Para visualizar o cânion é necessário percorrer duas trilhas:
Trilha do Cotovelo – nesta trilha são percorridos 2 km por uma antiga estrada em meio à Floresta de Araucárias, chegando até a borda do cânion. Deste ponto em diante a caminhada segue mais 1 km por uma trilha, contornando as bordas do cânion. Esta trilha proporciona uma vista privilegiada de todo o cânion Itaimbézinho.

Trilha do Vértice – nesta trilha são percorridos 700 metros, em terreno de fácil acesso, contornando o início do cânion “vértice” e possibilitando visualizar as cachoeiras das Andorinhas e Véu de Noiva. As águas tranquilas dos arroios Perdizes e Preá precipitam-se sobre o perau formando cachoeiras, em um espetáculo de encher os olhos.

**As duas trilhas são de fácil acesso e percorrem um total de 7,5 km ida e volta.

**A visita ao cânion Itaimbézinho, via Praia Grande/SC, possibilita um belo visual da Serra do Faxinal e do cânion Índios Coroados.

A Serra do Faxinal (Rodovia SC 450) percorre um antigo caminho de tropeiros, contornando os morros e subindo as escarpas da Serra Geral para chegar ao planalto. A cada curva do trajeto percorrido de carro, vão se revelando belíssimas paisagens dos vales, cânions e planície costeira. Em virtude da elevação de aproximadamente 1.000 metros, a transição dos tipos vegetação é facilmente percebida durante o percurso. Mas o que mais chama a atenção é o urtigão (Gunnera manicata), espécie de planta, cujas folhas, chegam a medir mais de 2 metros de diâmetro.

O Cânion Índios Coroados apresenta pequenas dimensões e uma beleza singular. Localizado as margens da rodovia, necessita caminhar apenas 15 minutos e já chega ao local. O cânion apresenta paredes cobertas pela vegetação, uma bela cachoeira e uma privilegiada vista panorâmica das escarpas da Serra Geral e planície costeira. 
  • - O cânion Itaimbézinho está localizado no interior do Parque Nacional de Aparados da Serra;
  • - O Parque é aberto de terça-feira à domingo, das 8:00 h. às 17:00 h.;
  • - O local possui infra-estrutura de centro de visitantes, banheiros e mesas para pic nic;
  • - O local não possui lanchonete, portanto é necessário levar alimentação e água;
  • - Este passeio é considerado de fácil grau de dificuldade e qualquer pessoa pode fazer total ou apenas parcialmente;
  • - O cânion Itaimbézinho está localizado a 20 km de Praia Grande/SC e 18 km de Cambará do Sul/RS. Ambos os acessos são na maioria estrada de terra, existindo aproximadamente 7 km de asfalto na Serra do Faxinal;
  • - O tempo total de duração do passeio (ida e volta), desde o momento que sai de Praia Grande/SC, com paradas na Serra do Faxinal e visita ao cânion Índios Coroados é de aproximadamente 5 a 6 horas;
  • - As caminhadas, somente no cânion Itaimbézinho, levam aproximadamente 3 horas de duração (ida e volta);
  • - O ideal é realizar esta atividade pela manhã, porque a tarde é comum a ocorrência de neblina, o que impede a visibilidade.
- roupas e calçados confortáveis p/ caminhada;
- mochila pequena de costas;
- boné, filtro solar e repelente;
- máquina fotográfica;
- capa de chuva;
- agasalho, é comum cair a temperatura no decorrer do dia;
- lanche (sanduíches, frutas, barras de cereais e uma garrafa de água).

NENHUM VÍDEO ENCONTRADO!

(48) 3532-1104 - (48) 9154-9621 - Email: info@verdescanyons.com.br - Skype: verdescanyons